O que é o SEMrush em espanhol? O guia mais completo!

O manual mais completo de José Facchin

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


O que é o SEMrush em espanhol? O guia mais completo!

Deseja aprender a usar o SEMrush como um verdadeiro profissional? Como meus leitores e seguidores sabem bem, colaborei por vários anos como consultor freelancer nas equipes de marketing desta marca, primeiro como diretor de conteúdo em espanhol e italiano e depois como gerente regional de marketing para a América Latina.

Em todos esses anos, tive a grande oportunidade de aprender detalhadamente muitos dos segredos técnicos e operacionais desta excelente plataforma de análise de SEO e concorrentes. Além disso, dou regularmente aulas e workshops sobre a ferramenta em muitas universidades e escolas de negócios em todo o país.

Nessas aulas, ensino meus alunos a usar todas as ferramentas que compõem o SEMrush em espanhol e a entender os diferentes dados que estamos obtendo graças a ele. Por esse motivo, hoje também quero compartilhar com todos os meus leitores um super manual (ou mega guia) com muito de tudo que aprendi ao longo do tempo.

Menu temático de conteúdo

Contents

O que é o SEMrush?


SEMrush é uma plataforma SaaS para análise de marketing e visibilidade, composta por um conjunto de ferramentas dedicadas à realização de auditorias de SEO e SEM, pesquisas de palavras-chave, estudos de concorrentes, análises de conteúdo e estatísticas sobre a evolução de suas estratégias de mídia social (entre muitos outros recursos).

Este software completo mantém um crescimento constante, suas mais de 40 ferramentas on-line evoluem continuamente. Em suma, é dotado de múltiplas funcionalidades, focadas principalmente no estudo da concorrência em Marketing e SEO (com as quais trataremos pouco a pouco neste mega tutorial).

Mas … por que o SEMrush é tão importante para sua estratégia digital?

Atualmente, é uma das ferramentas mais poderosas, tanto para a análise de SEO de qualquer projeto da web quanto para a análise ou pesquisa da concorrência.

Se você tem um negócio, uma loja online ou um blog que deseja posicionar e monetizar, com o SEMrush você pode:

  • Analise a evolução do seu domínio site e detectar possíveis anomalias, além de obter uma visão geral de quais fatores você deve melhorar ou otimizar.
  • Saiba o que são as melhores palavras-chave para o seu setor profissional, quantas pesquisas eles têm e qual é a verdadeira concorrência ao trabalhar com essas palavras-chave.
  • Encontre possíveis nichos que ainda precisam ser explorados, como o de blogs temáticos, onde você pode posicionar palavras-chave de cauda longa com centenas ou milhares de pesquisas.
  • Investigue o que sua concorrência está fazendo mais direto, tanto do ponto de vista orgânico quanto da publicidade do Google Adwords.
  • Executar uma auditoria de SEO na página todo o site e detecte seus pontos fracos e erros para melhorar seu SEO.
  • Faça uma análise de link ou construção de link não apenas do seu próprio projeto, mas também do de seus concorrentes.

Como posso acessar esta plataforma poderosa?


Para entrar na plataforma, basta digitar no seu navegador da web o seguinte www.semrush.com

Página de acesso SEMrush

Se você entrar na plataforma pela primeira vez, verá que no canto superior direito o assistente pergunta qual é o seu idioma.

No nosso caso, mudaremos para o espanhol (na opção “Mudar para o espanhol”) e … voila! Já temos o SEMrush em linguagem familiar e compreensível.

Quanto custa uma conta SEMrush profissional?


Como a maioria das ferramentas profissionais criadas para empresas digitais, o SEMrush inclui opções gratuitas e pagas (na verdade, possui um plano gratuito e três pagos).

Com o plano ou a versão gratuita, você pode realizar até 10 pesquisas por dia, nas quais você pode ver apenas os primeiros resultados.

No entanto, se você deseja trabalhar em nível profissional ou se a sua empresa é escalável e chega um momento em que você planeja crescer seriamente, esqueça as restrições e faça um investimento, para que possa desfrutar sem limitações.

Para conhecer melhor suas taxas, você deve ir para a opção de menu na parte superior (“Preços”), onde você poderá conhecer todos os seus planos, o escopo e os benefícios que cada um deles possui.

Contudo:

Qual plano você deve escolher?

Logicamente, isso depende de você e do tamanho do seu projeto ou agência online.

Na comparação a seguir, você pode ver em detalhes as características de cada um dos planos e decidir qual deles se adapta às suas necessidades e ao seu orçamento.

S3 versões pagas são: PRO – GURU – BUSINESS

Planos e preços

Seus preços são idênticos tanto se falamos de dólares e euros (estilo Apple), e a escalabilidade em termos de suas funcionalidades é o que você pode ver na imagem anterior.

Existem muitas plataformas de análise On-Page e Off-Page.

Mas, na minha opinião, os três essenciais são:

Experimente o SEMrush GRÁTIS por 14 dias!


IMPORTANTE: você será solicitado um cartão de crédito durante o registro. Portanto, se após esses 14 dias você não quiser pagar para continuar com essa conta, cancele sua inscrição antes do final do período de avaliação gratuita de duas semanas.

Além disso, para se registrar nesta conta PRO gratuita, você deve usar uma conta de e-mail que você nunca usou antes com o SEMrush. Para obter a conta de avaliação gratuita, clique no seguinte banner:

Promoção SEMrush gratuita com Jose Facchin

Promoção SEMrush gratuita de 14 dias

Sua primeira abordagem a esta poderosa ferramenta de análise da web


Para começar a usar SEMrush em espanhol, entre na interface principal, onde você encontrará uma barra de pesquisa ao lado de uma bandeira.

Antes de continuarmos com o desenvolvimento dessa ferramenta, você deve saber que o SEMrush, até o momento, é capaz de analisar projetos digitais com base nas pesquisas realizadas no mais de 150 países (ou bancos de dados).

Além disso, já percorreu um longo caminho no ano passado, pois há pouco tempo ele tinha análises de pesquisa para apenas cerca de 30 países.

Por outro lado, o SEMrush atualmente inclui mais de 700 milhões de domínios.

Ele também possui um banco de dados gigantesco que chega ao redor do 10,2 bilhões de palavras-chave registrado para todos.

E para que você comece a ver a ferramenta, dê o Play neste vídeo, que é um webinar criado por mim junto à equipe da plataforma, onde mostro a interface e cada uma de suas funcionalidades internas:

Como o SEMrush segmenta as informações que nos mostram?

Essa plataforma de inteligência competitiva ou estudo da concorrência divide o resultado dos seus dados em 2, ou seja, de acordo com as formas que eles têm para obtê-los.

➤ 1º O primeiro formulário é o “Banco de Dados”

Isso mostrará apenas as informações dos URLs e palavras-chave, juntamente com os dados que o SEMrush salvou anteriormente em seu próprio banco de dados (lembre-se de que as palavras-chave são provenientes de dados de mais de 130 países).

Isso significa que, a partir daqui, só podemos obter dados que foram salvos anteriormente em seu banco de dados e, também, que dependeremos da periodicidade com que os referidos bancos de dados são atualizados.

➤ 2º A segunda maneira é “Tempo real”

Na seção Projetos, sobre a qual falaremos mais adiante, existem várias ferramentas que permitem criar campanhas diferentes para pesquisar em tempo real, para que você possa obter dados permanentemente atualizados.

Sua primeira vez com o SEMrush?

Se você já criou uma conta gratuita, na página principal, pode escolher um país (Espanha, Argentina, México ou o que preferir) e as palavras-chave que deseja analisar.

Três tipos de análise podem ser feitos na barra principal:

  1. De um domínio site específico (por exemplo, “josefacchin.com”)
  2. De uma palavra-chave específico (por exemplo, “seo”)
  3. Ou a partir do URL que você escolher (como “https://josefacchin.com/que-es-el-seo/”).

Então você deve fazer login a partir de “login” e ir automaticamente para o painel ou caixa de entrada; Na barra superior, você pode iniciar a análise.

Painel SEMrush

Então eu vou lhe mostrar todas e cada uma das funcionalidades que SEMrush em espanhol nos oferece.

1) Painel ou widget de análise de domínio


Na parte central da interface, você verá uma seção para criar um “Widget de análise de domínio”, muito simples e fácil de usar

É um tipo de painel de informações básicas e acesso direto aos seus principais domínios.

Depois de criado, tudo o que você precisa fazer é inserir um domínio na barra, escolher o banco de dados do país e clicar no botão verde Adicionar domínio.

Além de poder analisar qualquer um desses domínios, no widget Análise de Domínio, você verá um resumo com os dados de tráfego e o número de palavras-chave para esses domínios, orgânico e Adwords.

Tendo visto como usar esse widget, é hora de descrever como usar a barra principal para executar análises a partir dos bancos de dados SEMrush.

2) Análise de domínio da Web


Caso deseje começar a usá-lo procurando um domínio e verificar sua situação atual, você deve inserir diretamente esse domínio da Web na barra de pesquisa principal e acessar o menu “Análise de Domínio”.

Eu tenho que esclarecer (novamente) que neste tipo de pesquisa Não você deve colocar o clássico “Http: //” ou “Https: //”, porque se você fizer isso, o SEMrush o reconhecerá automaticamente como um URL e analisará apenas a HOME da web.

Você só precisa entrar no domínio da sua empresa ou da concorrência para começar (por exemplo, “josefacchin.com” … mas sem aspas).

Ao pressionar o botão “Pesquisar”, além de exibir uma visão geral do domínio, o menu à esquerda também será expandido, incluindo uma série de subseções que detalharei abaixo.

➤ Resultados em desktop ou dispositivo móvel

É importante esclarecer que, há alguns meses, já conseguimos conhecer os resultados orgânicos não apenas dos computadores, mas também de diferentes dispositivos móveis.

Os resultados do Google tendem a variar muito, dependendo do dispositivo usado pelo usuário que está pesquisando.

É por isso que você deve analisar cada “Desktop e celular” separadamente, para otimizar seu site e sua estratégia de SEO para cada um deles.

»Você também pode estar interessado em: Como fazer uma estratégia de SEO?

Gostaria de comentar que, para quase todos os exemplos que veremos abaixo, Tomei como base a opção da área de trabalho, pois não é apenas aquele que sai por padrão, mas também é o que possui mais informações no banco de dados SEMrush.

2.1 – Visão geral do domínio

Na visão geral, você pode ver um resumo “aproximado” de todos os dados do seu domínio em termos de:

  • Pesquisas orgânicas.
  • Pesquisa de pagamento.
  • Backlinks.
  • Exibir publicidade.
  • Concorrentes.
  • Distribuição de posições.

Visão geral do meu domínio com o SEMrush

Cada um dos dados que aparecem em azul e / ou sublinhado são clicávelOu seja, você pode clicar em cada um deles para iniciar uma nova análise, tomando-a como ponto de partida.

A idéia é que um nunca fique sem informação, que um pedaço de informação leve a outro e que outro leve a outro.

Tudo muito intuitivo e fácil, certo?

Vamos agora ver alguns exemplos dos dados que você obterá na seção de visão geral.

Orgánicos Resultados orgânicos e pagos, agrupados em gráficos

Nesses dois blocos, você poderá visualizar graficamente o posicionamento orgânico e pago que seu domínio vem obtendo ao longo do tempo em termos de palavras-chave e tráfego segmentado por país.

Para que você possa ver melhor todas as informações incluídas nesta seção, mostrarei os dados do webempresa, pois não anuncio o Google Adwords no meu site.

Visão geral do domínio Webempresa

Aqui você pode segmentar a linha do tempo de acordo com:

  • O ultimo mês
  • Os últimos 6 meses.
  • O último ano.
  • Os últimos 2 anos.
  • O tempo todo (desde que você iniciou sua atividade).

➤ Palavras-chave orgânicas e distribuição de posição

Esta seção interessante mostra as melhores palavras-chave de acordo com a posição e o volume mensal estimado de pesquisa.

Além disso, à direita, você verá um resumo das distribuição das posições que todas as suas palavras-chave têm, da 1ª página ao 10º dos resultados de pesquisa do Google (contando de 1 a 100).

Obviamente, quanto mais altas as barras localizadas à esquerda, mais palavras-chave bem posicionadas seu domínio da web terá.

Para vê-lo mais claramente, voltemos aos exemplos no meu próprio site:

Palavras-chave orgânicas e distribuição de posição

➤ Principais concorrentes orgânicos

É aqui que entramos no interessante mundo da análise da concorrência, pois neste bloco poderemos saber quem são seus principais concorrentes de acordo com as palavras-chave que você posicionou atualmente no Google.

Aqui você também pode expandir as informações do botão “VER RELATÓRIO COMPLETO”e saiba todas as informações que esta seção contém.

Conheça os principais concorrentes orgânicos do seu domínio

E vale a pena esclarecer: para todas as informações contidas neste e nas outras seções, você pode exportá-lo para onde quiser do botão “EXPORTAÇÃO” (que você verá na parte inferior de cada bloco).

2.2 – Pesquisa orgânica

Na seção de pesquisa orgânica do SEMrush, você terá uma visão geral da evolução que seu domínio da web teve desde o início até o presente.

Desta forma, você pode ver o número de palavras-chave orgânicas desse domínio de acordo com o escopo da ferramenta.

Além disso, você saberá exatamente o quantidade de tráfego que trazem as palavras-chave posicionadas pelo Google.

O terceiro dado que aparece nessa exibição orgânica é o custo hipotético de tráfego para o Google Ads.

No gráfico de evolução orgânica, você pode marcar ou desmarcar outras opções interessantes, como (por exemplo) quando houver alguma atualização no algoritmo do Google em termos de posicionamento orgânico.

Isso poderia, entre outras coisas, esclarecer um pouco o porquê de um aumento ou queda repentinos no tráfego.

2.2.1 – Posições de pesquisa orgânica

Posições de pesquisa orgânica

Nesta seção, localizada na pesquisa orgânica, você pode analisar todas as suas palavras-chave posicionadas, ordenado em linhas e colunas.

Você pode aplicar os filtros que desejar, na opção “Filtros avançados” ou simplesmente clicando no cabeçalho de cada coluna.

Se você seguir esta última etapa, poderá classificar as palavras-chave do menor para o maior (ou vice-versa) ou de acordo com os valores dessa coluna.

Essa função também permitirá que você descubra as mudanças de posição que suas palavras-chave (KW) sofreram desde a última atualização do banco de dados, algo mais que útil, você não acha?

Naturalmente, se você possui alguma das versões ou planos de pagamento do SEMrush, poderá ver as informações completas sobre suas palavras-chave (algo que muda muito se a compararmos com a versão gratuita).

Posições orgânicas

➤ Os dados que você encontrará nas colunas sobre as palavras-chave são:

  • Palavra chave: Estes são os termos incluídos no site que estamos analisando, levando em consideração os 100 principais lugares do Google (ou, o que é o mesmo, as 10 primeiras páginas do mecanismo de pesquisa).
  • Posição: Aqui você pode ver a posição que cada palavra-chave ocupa atualmente e, entre parênteses, a que ela tinha antes da atualização do banco de dados. Se você possui uma conta GURÚ ou BUSINESS, a posição aparecerá em azul, podendo clicar nela e ver um gráfico personalizado do crescimento desse termo para o seu URL.
  • Volume: é a quantidade estimada de pesquisas que as pessoas estão fazendo mensalmente neste termo. Esse número é calculado calculando a média do número de pesquisas realizadas nos últimos doze meses.
  • KD: refere-se à dificuldade de posicionar uma palavra-chave, seguindo um algoritmo SEMrush. Esse número vai de 1 (muito fácil) a 100 (muito difícil).
  • CPC: é o preço médio ou o custo médio por clique que a palavra tem para uma campanha do Adwords.
  • URL: Nesta coluna, você verá qual é o URL que tem essa palavra-chave posicionada. Além disso, esse URL aparece em azul, o que significa que você pode clicar para analisá-lo com mais detalhes. Aqui você também tem um botão quadrado com uma seta azul, que abrirá o conteúdo desse URL em uma nova janela.
  • % De tráfego: É a porcentagem de tráfego da Web que esse termo contribui para o seu site, é calculado a partir do tráfego total que ele mostra para cada banco de dados de um país específico.
  • Com (competição): é o índice de complexidade ou concorrência que possui um termo para o Google Ads (Adwords), com 0,00 sendo o índice mais baixo e 1 sendo o mais difícil.
  • Resultados: o Número de páginas que usam essa palavra-chave. Esse número é semelhante ao resultado total da pesquisa que o Google oferece. Tanto este ponto como o anterior e o de “KD” nos ajudam a saber o quão fácil ou complexo pode ser apostar em uma palavra-chave.
  • Tendência: é a variação do volume de pesquisa ao longo do tempo. Esses dados são baseados nas informações fornecidas pelo Google Trends.
  • SERP: Ao clicar na caixa (em forma de página azul) que você possui nesta coluna, você verá uma tela interativa que inclui uma lista de pesquisas no Google (SERP) de acordo com a última atualização do banco de dados.
  • Última atualização: é o dia ou a hora em que o SEMrush executou o rastreamento completo das posições de uma palavra específica (isso indica a idade desses dados).

Aqui deixo voce uma barra de pesquisa SEMrush, para que você possa fazer um teste gratuito. Você apenas precisa colocar o domínio, a palavra ou o URL que deseja e selecionar o país no banco de dados que você irá investigar.

2.2.2 – Mudança de posição

Dentro do menu “Pesquisa orgânica” Você também pode monitorar o “Mudanças de posições” que suas palavras-chave sofreram com o tempo.

Mudanças de posição

Nesta subcategoria do menu, você verá aqueles que subiram e os que desceram (Melhorado e Recusado), sem sair das 10 primeiras páginas do Google.

Você pode até saber com quais palavras-chave ganhou o que não possuía antes e vice-versa, ou seja, saber quais delas deixaram as 100 primeiras posições e quais entraram (Novo e Perdas).

“Reconheça quais páginas estão funcionando e quais você deve atualizar, obrigado”

2.2.3 – Concorrentes orgânicos

Concorrentes orgânicos

Uma das funções principais do SEMrush é a que permite saber quem são seus principais concorrentes (com base em vários critérios analíticos que a ferramenta calcula para descobri-los).

Certamente você está se perguntando:

Em que esta plataforma se baseia para dizer quem é e quem não é seu concorrente?

Como você pode ver nesta subseção do menu chamada “Concorrentes”, a ferramenta pega todas as palavras-chave de um domínio e as compara com os sites que também as estão classificando.

Esta lista pode ser filtrada da menor para a maior (e vice-versa), graças a duas variáveis:

  • ⇒ 1º Para o “Nível de Competência”:

Calcule o nível de concorrência por meio de um algoritmo específico para a plataforma, um algoritmo que leva em consideração o volume de pesquisa, as posições e o número de palavras-chave que eles têm em comum, entre outros parâmetros.

  • ⇒ 2º Para “Palavras-chave Comuns”:

Somente o número de termos-chave em comum que esses domínios possuem é levado em consideração aqui. Em outras palavras, quanto mais palavras-chave comuns existirem, maior será a concorrência.

Agora, nesta seção, você poderá apenas ver quem são esses concorrentes e quais deles representam maior concorrência.

Para analisar e compará-los com ou entre eles (ou seja, para comparar seu domínio com o da concorrência), você deve acessar a ferramenta “Domínio x domínio” (função que veremos mais adiante).

2.2.4 – Páginas

Nesta subseção do menu “Pesquisa Orgânica”, você poderá saber quais são suas melhores páginas de acordo com 2 critérios:

  1. A porcentagem de tráfego que eles contribuem.
  2. O número de palavras-chave que esses URLs possuem.

Graças a essa funcionalidade, você saberá quais são os URLs mais fortes de um domínio. Por sua vez, também permitirá que você saiba se o tráfego está bem equilibrado entre todos os URLs.

Páginas

No caso do meu blog, como você pode ver na imagem, tenho tráfego orgânico bastante distribuído entre todos eles. Isso é algo que, até certo ponto, pode ser considerado positivo, pois fornece uma pista precisa sobre o meu posicionamento no Google.

Tudo isso implica, resumindo (se falarmos em termos de tráfego da Web), que eu não sou tão dependente de um ou dois URLs em particular.

E se não, você pode imaginar o que aconteceria se eu perdesse visitas nessas páginas …?

2.2.5 – Subdomínios

Se o seu site for grande e tiver muitos subdomínios, nesta seção você poderá analisá-los e obter dados específicos sobre cada um deles.

No meu caso, ainda não tenho subdomínios, portanto, os dados que o SEMrush me oferece em espanhol são exclusivos do josefacchin.com.

Portanto, agora veremos o exemplo no site da PrestaShop (outro dos meus clientes).

Subdomínios

2.2.6 – URL

Essa funcionalidade permitirá analisar todos os dados orgânicos de um URL específico.

Você poderá conhecer informações detalhadas sobre o que e quantas palavras o URL posiciona (de acordo com o banco de dados SEMrush) e o tráfego estimado que ele contribui mensalmente para o site em geral.

Dados orgânicos de um URL específico

Da mesma forma que acontece em “Posições” (submenu sobre o qual já falamos antes), também é possível ver todos os dados das palavras-chave que posicionam esse URL no Google SERP.

Mas lembre-se sempre quando você clicar em qualquer uma das palavras-chave em azul, aqui ou em qualquer outra seção ou submenu, poderá analisar em detalhes a situação orgânica e seus dados gerais.

2.3 – Backlinks (gap de backlinks)

Na seção de backlinks, você pode encontrar uma grande quantidade de informações sobre o conjunto de links que apontam para o seu domínio da web.

»Você também pode estar interessado em:

Penso que esta seção será uma grande ajuda para os profissionais de SEO, pois além de serem informações muito meticulosas e detalhadas, os dados são apresentados de uma maneira muito esquemática e clara.

De fato, esses dados podem ser acessados ​​em detalhes, tanto numericamente quanto graficamente, e de acordo com:

  • Total de backlinks.
  • Domínios de referência.
  • Os IPs de referência.
  • Pontuação de domínio / pontuação de confiança.
  • DoFollow vs. Links Nofollow.
  • O país de origem do link.
  • Ou os melhores textos âncora.

Backlinks: josefacchin.com

Agora é hora de ir para a visão geral dos backlinks, onde você pode comparar a evolução em termos de backlinks novos e perdidos de seu domínio com os de seus concorrentes.

Por exemplo, vou escolher o site da Webescuela, com o qual compararei meu próprio domínio josefacchin.com

Comparação de domínios da web

Você também tem permissão para ver em quais páginas seus concorrentes possuem backlinks e não (ou vice-versa) e quais os dois, para que você possa criar ou redesenhar uma estratégia de backlink para seu site.

Finalmente, o SEMrush inclui sua própria função chamada: “Concorrentes”, que você pode solicitar de acordo com uma métrica da plataforma, chamada «Pontuação da autoridade«, Que é usado para medir a qualidade geral do domínio e sua influência no SEO.

Pontuação da autoridade

Dessa forma, você pode saber quais sites estão se posicionando melhor no mesmo setor, para ter uma referência confiável.

2.3.1 – Lacuna no backlink

Digite o seu próprio domínio e o do concorrente, compare e analise os perfis de backlink desses sites e descobrirei novas oportunidades de links externos inexplorados.

2.4 – Pesquisa publicitária

Se sua empresa ou sua concorrência estiver realizando ações de publicidade paga no Google Adwords, todas as informações relacionadas a essas estratégias aparecerão nesta seção do menu.

A maneira como o SEMrush apresenta esses dados é semelhante à pesquisa orgânica, embora também ofereça dados sobre a evolução de suas palavras e os resultados que você está obtendo com publicidade paga do Google.

Entre os dados de que falo, estão os seguintes:

  1. Posições: Mostra as palavras-chave pelas quais um domínio comercial investe na publicidade do Adwords e sua evolução.
  2. Mudança de posições: Mostra as variações das posições dos termos nos anúncios do Google AdWords (ganhos, perdidos, em declínio ou aprimorados).
  3. Concorrentes: onde você pode ver quais outras empresas investem nas mesmas palavras-chave que você.
  4. Texto dos anúncios: Ele oferece uma visão geral de todos os anúncios ativos de uma empresa, além dos termos que eles incluem.
  5. Histórico de anúncios: Esta seção mostra um histórico anual que mostra os meses em que uma palavra foi investida e em que não foi. Dessa forma, você pode verificar quando determinadas palavras-chave receberam importância.
  6. Subdomínios: onde você vê os subdomínios que também fazem anúncios.
  7. URL: que inclui as informações completas de um URL ou anúncio específico.

No meu caso, nunca tendo realizado esse tipo de ação com meu blog, o resultado é nulo nesta seção. Então, voltarei a dar um exemplo na seção de “Histórico de anúncios” para um ex-cliente, como Webempresa:

Histórico de anúncios realizados pela Webempresa segundo SEMrush

2.5 – Pesquisa PLA

Na seção Pesquisa do PLA, você encontrará todas as informações relacionadas à publicidade em Google Shopping.

Nesse caso, as informações contidas são apresentadas de maneira muito semelhante à de “Pesquisa de publicidade”:

O SEMrush mostra os textos dos anúncios que você tem ativos, suas posições e seus principais concorrentes, embora seja importante observar que a quantidade de dados que pode ser vista dependerá de você ter ou não uma conta. PRO, GURÚ ou Business.

Em relação ao meu blog, não receberei nenhuma ação relacionada a Google Shopping pois não é um comércio eletrônico que vende produtos.

2.6 – Publicidade gráfica

Essa é outra das funções relacionadas a um dos sistemas de publicidade do Google, neste caso, a publicidade gráfica.

Assim como nos anteriores, você poderá saber intuitivamente e diretamente qual é a evolução ao longo do tempo de seus anúncios gráficos.

2.7 – Análise de tráfego

Gostaria de enfatizar que essa funcionalidade do SEMrush é muito poderosa, mas que, apesar disso, não estamos falando do Google Analytics. O que quero dizer com isso é que todos os dados obtidos aqui são estimativas de tráfego.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Se você já entrou na ferramenta Análise de tráfego, você deve ter adivinhado que é a análise e a evolução do tráfego em um site e as fontes de onde ele vem.

O SEMrush oferece a você evolução em termos de visitas que recebeu um site com histórico de até um ano. Além disso, detalha os canais de onde essas visitas vêm.

Esses dados são de vital importância (principalmente se você estiver iniciando no seu site), pois, graças a ele, é possível ver as fontes de tráfego que fornecem os melhores resultados para seus concorrentes (redes sociais, Google, links etc.)

Além disso, neste painel, você poderá saber quais os países que mais contribuem com visitas à Web em um site, para tomar decisões sobre como focar e / ou redirecionar sua estratégia.

Análise de tráfego

2.8 – Classificações de domínio

Deseja saber quais são os melhores domínios da web de acordo com o SEMrush?

Nesta opção, você pode conhecer a classificação em tempo real dos melhores domínios com base nos algoritmos calculados por esta plataforma.

Como você pode imaginar, nas primeiras posições estão alguns gigantes da Internet, como Wikipedia, Facebook, YouTube ou o próprio Google.

Classificações de domínio

Certamente é um ranking curioso, você não acha?

2.9 – Lacuna de palavras-chave (anteriormente «domínio vs. domínio» ou «lacuna de palavras-chave»

Eles mudaram o nome da ferramenta Domínio vs. Domínio de gap de palavras-chave e, recentemente, de volta ao atual: «Keyword Gap», encontrado em «Domain Analysis».

Como eu mencionei antes, Lacuna da palavra-chave é a ferramenta de análise por excelência dos concorrentes.

Aqui você poderá comparar sua empresa ou site com outros concorrentes, para ver os dados de todos ao mesmo tempo.

Com essa funcionalidade, o SEMrush permite que você “enfrente” até 5 domínios entre si para ver, entre outras coisas, quais palavras-chave orgânicas, pagas ou PLA elas têm em comum e em quais posições.

Da mesma forma, você verificará quais têm um domínio que nenhum outro possui ou vice-versa.

Para el caso que sigue he tomado el ejemplo de otros dos amigos y profesionales del marketing como son Miguel Florido y Rubén Alonso.

Keyword Gap

Sin duda, esta herramienta de SEMrush es una de las más potentes para investigar a la competencia, comparando sus resultados con los tuyos en una sola interfaz.

A continuación comparto contigo un vídeo tutorial que realicé para Miguel Florido y en el cuál te explico más a fondo esta funcionalidad.

2.10 – Herramienta de Gráficos

Esta sección también se ha llamado anteriormente “Índice de Visibilidad” y “Gráficos de Visibilidad”, aunque ahora ha adoptado la designación de «Herramienta de gráficos».

En esta herramienta llamada “Gráficos” podrás comparar la evolución en cuanto a la visibilidad en Google (cantidad de palabras clave y las posiciones de las mismas) de hasta 5 dominios diferentes (tanto de manera orgánica como de Ads o entre ellas).

3 – Analíticas de palabras clave


En el caso de que hayas elegido buscar información sobre una palabra clave, iré describiendo el significado de cada uno de los datos que aparecen y cómo los debes interpretar.

Para llegar a “Analíticas” puedes hacerlo desde el menú de la izquierda (el desplegable que hay junto a la barra de búsqueda) o haciendo clic en cualquier keyword que te hayas encontrado en los análisis anteriores.

Recuerda: todos los datos que en SEMrush aparezcan de color azul y/o subrayados, se pueden cliquear para comenzar un nuevo análisis tomándolos como base del mismo.

Eso sí, permíteme un consejo: ábrelos siempre en una ventana nueva.

3.1 – Visión general

Aquí puedes echar un vistazo general sobre toda la info de esa keyword.

Visión general

Supongamos que buscamos la palabra clave “seo”. Ella es muy genérica en el sector del marketing digital, como puedes ver en el ejemplo anterior.

Justo debajo de la barra de búsqueda, puedes cambiar en cualquier momento el país de la base de datos sobre el que quieres que se analice dicha keyword. En este caso, puedes ver que seguimos teniendo marcada la opción “España”.

Por debajo del título, en “Visión general: seo”, por defecto tienes marcada la fecha de hoy, sin embargo puedes elegir la fecha que desees para así conocer la situación general de esa keyword en cualquier día en concreto.

Además, tienes la opción de conocer sus datos orgánicos y de pago según el tipo de dispositivo por el que los usuarios hacen sus búsquedas.

Aquí puedes cambiar entre “Escritorio” o “Móvil”, donde se refiere a búsquedas realizadas desde ordenadores (PC) o desde dispositivos móviles (smartphones).

Por último, en esta sección también tenemos la opción de elección de moneda. Esto será especialmente útil cuando veamos la sección de búsqueda de pago.

Aquí puedes cambiar entre dólares americanos (USD) o euros (EUR).

Haciendo un repaso general de los resultados obtenidos, veremos un primer bloque en el que se nos muestra:

  • Volumen de búsqueda y resultados en términos de búsqueda orgánica.
  • CPC y competencia en búsqueda de pago.
  • Distribución del CPC (coste por clic) por cada país.
  • Tendencia de búsqueda general de esa keyword en el tiempo.

Algo más abajo, en un segundo bloque, SEMrush nos muestra las palabras clave de coincidencia de frase a la izquierda, y las relacionadas a la derecha (si pinchamos sobre el título de estas secciones, podrás conocer más sobre esos datos).

Al final de esta visión general tenemos otro bloque que nos muestra las 100 URLs o páginas ya posicionadas para este término en orden decreciente, es decir, quienes tienen esas posiciones en las 10 primeras páginas de Google.

➤ Resultados de búsqueda orgánica

Aquí puedes ver cómo está dispuesta actualmente la SERP de Google para la palabra clave que estás buscando.

Otro de los bloques de datos interesantes en esta sección es el ‘Texto de los anuncios’, en el que puedes obtener una vista previa de los anuncios de pago que aparecen en la SERP de Google al buscar esa KW.

Esta sección no es cliqueable, aunque sí lo son los anuncios aquí visibles. Gracias a esto podrás conocer nada más y nada menos que la landing page en la que aterrizan los usuarios que hacen clic en cada uno de esos anuncios.

3.2 – Coincidencia de frase

En este apartado del análisis orgánico de SEMrush puedes encontrar todas las keywords relacionadas con la que estamos analizando y que a su vez la contienen (las denominadas LONG TAIL).

Y para ilustrarte mejor esta funcionalidad, he usado la palabra clave «redes sociales», dado que la suelo posicionar bastante bien con mi artículo sobre las Redes Sociales más importantes del planeta.

Keywords con coincidencia de frase

3.3 – Palabras clave relacionadas

En este grupo podrás ver todas las keywords que, de una manera u otra, se relacionan semánticamente con la palabra que habíamos escrito en el buscador de SEMrush.

Aquí puedes ver desde las palabras mal escritas que los usuarios usan en sus búsquedas, hasta keywords que tienen una intención de búsqueda relacionada indirectamente con la que estamos analizando.

Palabras clave que están relacionadas semánticamente

3.4 – Keyword Difficulty Tool

En esta herramienta podrás introducir las palabras que desees y compararlas en cuanto a su dificultad de búsqueda. El valor va de 0 a 100, siendo cien la mayor dificultad.

Esta comparativa te da una idea bastante aproximada de la dificultad de posicionar tus contenidos con ella entre los resultados de búsqueda de Google.

3.5 – Keyword Magic Tool

Esta es otra de las mejores implementaciones de SEMrush y a la que ha agregado más funcionalidades muy recientemente.

Es más: no te sorprendas si cada cierto tiempo entras y ves una funcionalidad nueva, ya que sus desarrolladores van creando nuevas formas de hacernos la vida más fácil a los que trabajamos en el mundo del SEO, de contenidos o en Internet en general.

De aquí podemos sacar valiosas conclusiones en cuanto a lo que buscan los usuarios en relación a la keyword principal que introduzcas.

Keyword Magic Tool

En una de sus columnas de la izquierda, SEMrush te muestra un listado con preposiciones, adjetivos, sustantivos y demás complementos gramaticales que los usuarios usan en las búsquedas que realizan junto con la keyword que estás buscando.

Si eres blogger, desde aquí podrás, incluso, sacar el título para tu próximo post.

Actualmente se ha añadido una funcionalidad muy potente, “QUESTIONS”, que te permite conocer cientos o miles de preguntas relacionadas con el termino del que estás interesado.

A continuación te comparto un tutorial de SEMRush con más información sobre cómo sacar todo el rendimiento a esta herramienta.

4 – Proyectos


Es en esta sección donde SEMrush marca la diferencia con respecto a otras plataformas que hay en el mercado sobre SEO e investigación de la competencia.

Puedes monitorizar y trackear la evolución de tu marca en todos los aspectos:

  • Posicionamiento orgánico y pagado.
  • Crecimiento social.
  • Link building.
  • Auditoría SEO.

Funcionalidad de proyectos de SEMrush

Sólo debes añadir el nombre de tu proyecto o del cliente sobre el que quieras hacer un seguimiento junto a su dominio, e ir señalando las opciones de monitorización que quieras trackear.

En cada una de estas opciones puedes programar un envío periódico a tu correo electrónico, para así estar al tanto de la evolución de tu propia marca o de la de tus clientes en todo momento.

Esto también te servirá para modificar tu estrategia en cuanto a los aspectos en los que encuentres resultados poco satisfactorios.

4.1- Site Audit

Esta es la herramienta de auditoría SEO On-Page de SEMrush que te permite conocer el estado de salud de un sitio web por dentro.

Con Site Audit podremos conocer cuales son las páginas o URLs dentro de un dominio que están teniendo problemas y que necesitan de toda nuestra atención.

Site Audit

La herramienta, al finalizar el proceso de análisis, te dejará ver todos los errores, además de un puntaje del 0 al 100% (siendo 100% el mejor resultado) de esas páginas analizadas.

Enlaces rotos, contenido duplicado, páginas que cargan lentas, problemas con el H1 o la meta descripción, son solo algunos de los problemas que podremos detectar gracias a ella.

Además, si has implementado reciente en tu web un certificado SSL (el HTTPS), esta herramienta te muestra todos los errores de contenido mixto, duplicado o que se relacionan con la seguridad de tus páginas (para que en todas salga el candado).

Pero lo mejor de todo es que también te dirá en qué URLs exactamente están esos errores para que no tengas que perder tu tiempo en encontrarlos.

Otro aspecto a destacar es que también podrás programar un análisis automático diario o semanal, recibiendo un email con los resultados globales y un enlace a la plataforma para ver todos los detalles.

4.2 – Position Tracking

Esta es la herramienta de «tracking en tiempo real» de posiciones y palabras clave que la plataforma pone a tu disposición.

Con ella también puedes realizar un seguimiento de términos que no están en otras secciones o inclusive ver el posicionamiento en países que no figuran en las base de datos de SEMrush para estudio de dominios.

Por eso, si tienes un proyecto digital, esta herramienta de “Position Tracking” te facilitará monitorizar el desarrollo de las estrategia SEO y de Adwords de tu dominio y compararlas con las de hasta 20 competidores.

La otra parte a destacar dentro de este apartado es la posibilidad de discriminar ese análisis no solo por países sino también por provincias, comunidades, estados o ciudades (dando un fuerte apoyo a tus estrategias de SEO Local).

Para finalizar, no quiero olvidarme de remarcar que aquí podrás ver esos resultados segmentados también según las posiciones en Google para escritorio, Tablet o dispositivos móviles.

Puedes ver más respecto a esta herramienta en el siguiente vídeo.

4.3 – On-Page SEO Checker (antes «SEO Ideas»)

Esta herramienta también ha cambiado de nombre a lo largo de todo el tiempo de vida de la plataforma, pero ahora es «On-Page SEO Checker» y está pensada para ser el Pepito Grillo del SEO, es decir, la voz de la conciencia que te ayuda a mejorar tus estrategias de posicionamiento web (contenido, semántica, enlaces, experiencia de usuario y otras técnicas de SEO).

Aquí obtendrás una lista completa y estructurada de todas las cosas que podrías o deberías realizar para optimizar determinadas páginas dentro un su sitio web, con el objetivo de mejorar su posicionamiento en buscadores.

Gracias a ella, SEMrush es capaz de dar recomendaciones de mejora basadas en el estado de una web comparándola con las páginas de competidores para las mismas palabras clave.

4.4 – Social Media Tracker

Em “Social Media Tracker” podrás conocer y analizar toda la actividad social de tu negocio y de los perfiles y páginas en redes sociales de hasta 20 competidores en Facebook, Twitter, Instagram, YouTube y Pinterest.

De esta manera conocerás cómo han ido ganando seguidores, qué contenido es el que publica y cuál es el que más engagement tiene. ¿Para qué? Para luego compararlos con los tuyos y poder mejorar tus estrategias o planes sociales.

4.5 – Social Media Poster

Lo que podrás hacer con ella cuando esté disponible para todo el mundo será sincronizarla con tus redes sociales y programar publicaciones en tus perfiles y páginas sociales.

Social Media Poster de SEMrush

» También te puede interesar: Mega Tutorial de Metricool ¡Gestiona y analiza tus estrategias sociales!

Este es otro paso que está dando SEMrush para intentar convertirse en una mega plataforma de Marketing digital (atacando todos los aspectos de una estrategia digital).

4.6 – Brand Monitoring

La herramienta “Brand Monitoring” que ha creado SEMrush es ideal tanto para trackear menciones como para cuidar una de las cosas más importantes que puede tener cualquier negocio o empresa en internet: su reputación de marca.

De hecho, en la actualidad casi la mayoría de las marcas denominadas “grandes” invierten gran parte de su presupuesto anual en branding.

Con ella podrás monitorizar Internet para recibir alertas sobre las menciones de tu marca y ver estadísticas de las mismas, algo genial para mantener controlado el buen estado de salud de tu imagen y reputación online.

Otra de las virtudes de Brand Monitoring es que te permite combinar tu nombre con otros términos clave y segmentar así esas menciones según el lugar de donde provengan (redes sociales, blog, prensa, web, foros, etc.).

4.7 – Backlink Audit

Esta es la opción dentro de la plataforma con la que podrás «trackear» todos los enlaces de un sitio web en tiempo real y luego segmentarlos temática y geográficamente (según los países de procedencia de los enlaces).

Este panel dispone de unos algoritmos propios que te ayudarán a descubrir de una manera muy sencilla cuáles son los backlinks tóxicos que están apuntando a tus páginas, para evitar futuras penalizaciones por los motores de búsqueda.

Backlink Audit

Gracias a la integración que “Backlink Audit” posee con Search Console también podrás ver los backlinks que la plataforma de Google detecta, pero también te permitirá crear y enviar los tuyos propios

Podrás llevar a cabo un disavow para que se desautorizan los enlaces tóxicos que has encontrado.

4.8 – Link Building

Esta nueva herramienta, ubicada dentro de proyectos, nos permite introducir las palabras clave con las que deseamos estar mejor posicionado en Google, palabras que SEMrush encontrará y analizará dentro de los sitios webs más potentes de tu nicho de mercado.

La plataforma analizará esos sitios teniendo en cuenta a más de 45 factores, y para así determinar cuáles son los más adecuados para una correcta estrategia de backlinks.

Además de clasificarlos por orden de jerarquía, también nos muestra cómo podemos adquirir esos enlaces y cómo ponernos en contacto con estos sitios webs a fin de solicitarlos.

4.9 – PPC Keyword Tool

En este apartado se te facilitará ver, para montar una campaña de SEM, distintos datos muy útiles para tus campañas de PPC (términos negativos, volúmenes de búsqueda, competidores, gastos, etc.).

Además, puedes importar los datos desde CSV, Excel, introducirlos de manera manual o directamente desde la base de datos de SEMRush, para que tengas mucha más información a la hora de hacer una previsión de tráfico y gastos de tus campañas.

4.10 – Ad Builder

Ad Builder nos ayuda a crear textos optimizados y convincentes para nuestros anuncios.

Esta nueva funcionalidad analizará los anuncios que poseen tus competidores, previsualizará tus propios anuncios y, además, asignará los anuncios creados a grupos de keywords ya existentes.

4.11 – Organic Traffic Insights

Todos los datos que nos da esta plataforma en sus anteriores secciones son de carácter estimativos. Es justamente por ello que han creado esta nueva «TOOL» a fin de obtener datos más certeros.

Lo que hace esta herramienta llamada “Organic Traffic Insights” es sincronizarse con Google Analytics y recoger todos los datos de tráfico y las URLs hacia las que van esas visitas, para luego mezclarlos con los de tráfico orgánico que tiene SEMrush.

En otras palabras, lo que hace es chequear los datos estándar de Analytics (número de sesiones, páginas por sesión, rebote, objetivo, etc.) y mostrar para cuántas palabras clave posicionan cada una de las URLs (pudiendo luego analizar esos términos).

Organic Traffic Insights

Y por cierto: si también la sincronizas con Google Search Console te aportará aún más datos correspondientes a esas búsquedas, de manera que puedas hacerte una mejor idea de qué términos están trayendo más tráfico real.

4.12 – Content Analyzer (antes «Content Tool»)

Con Content Analyzer, su nueva denominación, tú elegirás una palabra clave y SEMRush encontrará los primeros diez resultados para ese término, incluyendo algunos datos entre los que se encuentran:

  1. La longitud media del texto, para que sepas a qué te estás enfrentando.
  2. Las keywords semánticamente relacionadas que usan tus competidores.
  3. Los enlaces que se repiten.
  4. Algunas recomendaciones para la etiqueta title y la meta description.
  5. Una sugerencia a nivel general sobre la estructura del texto.

Esta es, sin dudas, una visión un poco similar a la obtenida en SEO Ideas. La diferencia es que aquí encontrarás mucha más información para optimizar el contenido nuevo que estés creando.

5 – SEO Content Template


¿Te ha pasado alguna vez que no se te ocurren ideas para escribir los contenidos de tu blog o el de tu negocio?

Pues bien, esta es una función muy similar a Content Tool, pero con algunas particularidades.

En esta herramienta (implementada recientemente por SEMrush) únicamente deberás escribir en su buscador la keyword principal sobre la que se apoyará tu próximo contenido y ¡listo!

SEMrush te devuelve una serie de recomendaciones en diferentes formatos:

  • Principales competidores que aparecen en las primeras 10 posiciones de la SERP de Google para esa keyword.
  • Ideas de combinaciones de términos semánticamente relacionados más usados con esa palabra clave.
  • Cómo y dónde han usado tus principales competidores esas keywords.
  • Longitudes promedio de los textos.
  • Qué enlaces continen.
  • Recomendaciones básicas de SEO sobre los lugares de tu contenido en los que debes incluir esas palabras clave.
  • Título y meta descripción de los demás textos de tus competidores.

Esta es una función muy interesante si aún eres principiante en temas de SEO.

Suscríbete y descarga gratis el eBook: ¿Cómo buscar palabras clave para tu Web?

6 – SEO Writting Assistant


Esta herramienta funciona como un «Asistente de Escritura SEO», la cual ha sufrido algunos cambios significativos desde que SEMrush la lanzará y pusiera disponible para sus clientes.

Como te decía, te ayuda a que mejorares tu experiencia de escritura y análisis de contenido.

Esta función hará que tu trabajo sea más consistente y sea mucho más legible para Google y para los usuarios, analizando de manera detallada el léxico, la gramática, así como la semántica que usas en tus contenidos.

Te ofrece:

  • Recomendaciones SEO sobre si estás usando muy poco las palabras clave del contenido (o demasiado).
  • Te avisa de ciertas palabras que puedan no entenderse por el usuario tipo al que detecta que te diriges (tecnicismos, falta de concreción,…)
  • Y como no, analiza la originalidad del artículo, en busca de posible penalización posterior por contenido duplicado.

7 – Lead Generation Tool


Siguiendo la moda tan extendida entre los blogs y páginas web de empresas de ofrecer a tus usuarios algún tipo de contenido a cambio de que éste se suscriba a tu base de datos, aquí tienes otra interesante opción.

Dispone de esta novedosa herramienta que te podría interesar, sobre todo si estás comenzando en el blogging o los negocios online y aún no dispones de ningún producto de captación de leads.

Con ella, SEMrush te ofrece la posibilidad -mediante la implementación de un código en uno de los widgets de tu página– de realizar en tu sitio web una completa Auditoría SEO, algo muy tentador,¿cierto?

Para mí, más que tentador es súper útil, ya que con ella podrás no sólo conocer el estado orgánico de tu web de forma casi gratuita, sino también considerar tu email como una forma de “pago”.

Pero también aquí quiero recordarte algo muy importante:

No te olvides que el lead generado irá a parar a tu base de datos y también a la de SEMrush, y que con ello el usuario quedará suscrito a las dos listas al mismo tiempo.

8 – Oppty Tool


Oppty ha sido creada para poder encontrar en pocos clics a los clientes potenciales que necesitan los servicios que tu ofreces en tu Web. ¿No es genial? 🙂

La herramienta es muy simple de trabajar y te ayuda a contactar con tus clientes potenciales sin ningún esfuerzo.

Oppty Tool

9 – Calendario de Marketing («Marketing Calendar»)


Esta es una herramienta que ya pasó su estado Alpha, es decir, relativamente nueva y en versión ya en firme.

Con ella puedes planificar fácilmente todas tus campañas y actividades de marketing en un solo lugar.

Além disso, “SEMrush Marketing Calendar” te da la posibilidad de compartir en unos pocos clics esos calendarios con los colaborar de tu equipo o con tus clientes.

  • Planificar y alinear todas tus campañas y actividades de marketing.
  • Compartir calendarios con tu equipo o clientes en unos pocos clics.
  • Crear tareas para tu equipo y realizar un seguimiento de su implementación.
  • Personalizar tu calendario según tus propias preferencias.

En definitiva, cuando esté abierto a todo el mundo, Marketing Calendar te permitirá disponer de un potente planificador de campañas profundamente integrado con el flujo de trabajo e información que te aporta esta plataforma.

SEMrush Marketing Calendar

10 – Log File Analyzer


Nos ofrece la oportunidad de ver, analizar y comprender más exactamente cómo los motores de búsqueda visitan e interactúan con nuestro sitio web.

La herramienta Log File Analyzer necesita que subas los archivos de registro de los Logs de tu servidor, para proporcionarte datos completos sobre las estadísticas que ellos contienen.

Log File Analyzer de SEMrush

11 – Mis informes


Quizás una de las utilidades que le des a SEMrush sea la de monitorizar el posicionamiento orgánico y/o pagado de tus clientes.

Cómo crear informes personalizados gracias a SEMrush

Si estás en esta situación y éstos te piden mensualmente que les envíes un informe detallado con ciertos KPI’s o parámetros sobre tu negocio estás de suerte, porque con SEMrush puedes programarlo.

Y digo programarlo porque una vez que realices la programación de estos informes personalizados la primera vez, las siguientes ocasiones se enviarán a tu correo o directamente al de tu cliente.

12 – SEMrush Sensor


¿Para qué sirve Sensor? Básicamente, ella nos permite rastrear a diario la volatilidad de los resultados de búsqueda de Google y nos mantiene informados de los cambios.

La idea por la que nace la herramienta Sensor, es la de que cuanto más temprano dispongamos de la información más adecuada y actualizada, antes podremos reaccionar y adaptarnos a los cambios.

En la actualidad, no es ninguno secreto para nadie que los rankings de Google no son constantes y que las posiciones evolucionan hacia arriba o hacia abajo de manera fluida.

Puede que te hayas dado cuenta de este baile al rastrear los cambios de posición de tu sitio día tras día, pero, a pesar de ello te preguntas: ¿esto me pasa solo a mí o también al resto de la webs?

¡No te agobies demasiado y mantente alerta con SEMrush Sensor!

En la parte inferior del menú principal de la plataforma, encontrarás un nuevo enlace del menu a este servicio.

Después de dar clic en la pestaña Sensor, verás una nueva página con un Sensor score (Puntuación) diaria, que indica el nivel actual de volatilidad de la SERP de Google.

Ten en cuenta que, cuanto mayor sea el número, más probabilidades tendremos de que el algoritmo de Google haya sufrido algunos cambios significativos.

SEMrush Sensor

Debajo de la puntuación puedes ver un gráfico con la “SERP volatility trend” (Tendencia de volatilidad de SERP) para los últimos treinta días, con notas adjuntas, que te mantendrán informado de los principales cambios en el algoritmo del ranking de Google.

La principal ventaja del Sensor es que puedes rastrear cambios en los rankings de Google para determinados sectores en la columna Categorías de la izquierda.

Podrás ver qué categorías se han visto más afectadas por las actualizaciones recientes y también podrás rastrear una categoría específica en la que estés interesado.

Otra práctica función es la opción de ver el porcentaje de los anuncios, funciones SERP y el uso de HTTPS en los resultados de búsqueda de Google para tener una visión general más amplia de la volatilidad de la SERP.

Conclusión

Hasta aquí llegamos hoy con esta mega guía (con más de 8 mil palabras) sobre el abanico de posibilidades que nos permite esta gran plataforma llamada SEMrush.

Como habrás podido comprobar desde el título mismo de este post, no he querido hacer un tutorial sino una guía, algo que supone una gran diferencia: mi meta de hoy no es la de enseñarte a usarla, sino la de sacar a relucir las ventajas que supone hacer uso de esta potente herramienta.

No querría despedirme sin antes recordarte que he podido comprobar personalmente las cualidades incluidas en esta plataforma, y que es por eso mismo que hoy he querido compartirlas contigo.

Imagen portada (análisis SEO) Freepik

Y tú, ¿ya la has probado? Si ya lo has hecho, seguramente estarás de acuerdo conmigo, pero si eres de los que no…

¿A qué esperas para empezar a beneficiarte del uso de SEMrush?

¡Hasta la próxima!

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br
Leia Também  Como personalizar suas redes sociais com frases